Otorrinolaringologia

 

É a especialidade médica que se dedica ao estudo e tratamento das doenças que acometem a orelha, o nariz e a garganta.

 

As queixas mais comuns em consultório médico otorrinolaringológico são obstrução nasal, dor facial, secreção e sangramento nasal, dor de garganta, tosse, rouquidão, dor de ouvido, secreção e sangramento no ouvido, perda auditiva, tonturas e zumbidos, ouvido entupido, roncos, entre outros.

 

Caso apresente algum desses sintomas, agende uma consulta com um especialista. 

 

astigmatismo-visão-borrada.jpg
tn900x900-how-to-deal-with-pressure-stress-and-the-effects-on-acne.jpg

Otoneurologia

O que é Otoneurologia?

 

A Otoneurologia é a área da Otorrinolaringologia dedicada ao tratamento de dois grandes grupos de transtornos: os relativos à audição e os que remetem ao equilíbrio corporal.

Sobre a audição sabemos que ela depende de um complexo mecanismo de transmissão e interpretação do som desde o ouvido externo até o nosso cérebro. Algumas alterações nesse trajeto podem manifestar-se por exemplo na forma de perdas auditivas ou zumbido.

 

Por sua vez o equilíbrio corporal deve ser entendido como consequência de uma interação entre mecanismos proprioceptivos, isto é, a força exercida pelos nossos músculos e nossa capacidade em identificar a posição do corpo no espaço, a visão e o labirinto. Todos estes são integrados e regidos pelo Sistema Nervoso Central.

 

Se você possui alguma queixa auditiva ou alteração do equilíbrio corporal, fale com seu médico otoneurologista, ele poderá ajudá-lo!

 

Tontura e Desequilíbrio

 

São definidos como sensação de perturbação do equilíbrio corporal. É um sintoma bastante comum e representa grande parte dos pacientes que se consultam em ambulatórios  e unidades de Pronto Atendimento de Otorrinolaringologia, sendo umas das principais causas de queda, especialmente em pacientes idosos.

 

defaul_03.jpg
 

Compreendendo nosso ouvido

 

 

 

O ouvido humano pode ser dividido em 3 porções. A primeira delas é a porção externa, cuja principal função é captar as ondas sonoras e encaminhá-las até a membrana do tímpano. A segunda porção, localizada logo após a membrana timpânica, contém ossículos que amplificam a vibração recebida e a transmitem à cóclea. Esta estrutura está localizada na terceira porção, sendo responsável pela conversão do estímulo recebido em impulsos elétricos, que trafegam pelo nervo coclear até o Sistema Nervoso Central, onde são então interpretados e propiciam nossa audição.

 

Também localizadas na porção interna do ouvido, temos estruturas denominadas sáculo, utrículo e canais semi-circulares, que em conjunto captam acelerações e os movimentos da cabeça nos diversos planos, convertendo estas informações em impulsos elétricos, que são então transmitidos através dos nervos vestibulares para o Sistema Nervoso Central, onde também são interpretados e propiciam as devidas correções para auxiliar na manutenção do nosso equilíbrio. 

 
Eu tenho labirintite?

 

Você já deve ter ouvido alguém falando "Eu tenho labirintite!"

Mas o que é "labirintite"?  Em geral, este termo é utilizado pela população leiga para referir-se a episódios de tontura, que segundo o dicionário Aurélio são sensações ilusórias de movimento do corpo ou de movimento à volta do corpo.

 

Existem diversos  tipos de apresentação das tonturas, tais como: desequilíbrio ou sensação de instabilidade ou de que "está bêbado(a)"; vertigem , que é a ilusão de que as coisas giram ao seu redor ou mesmo de que você gira ao redor das coisas; lipotimia ou sensação de desmaio, dentre outras.  Para cada tipo de apresentação teremos uma suspeita diagnóstica e tratamentos que serão específicos para cada causa.

 

Desta forma não podemos generalizar todos os diagnósticos e como se fossem um só e manter o mesmo tratamento para todos os tipos de tontura, sem investigar as possíveis causas. Às vezes teremos um real quadro infeccioso ou inflamatório do labirinto, e então retomando a pergunta inicial, essa seria a verdadeira “labirintite”, mas às vezes a causa da tontura pode ser apenas um erro na alimentação, como por exemplo o abuso de cafeína, doces, etc.

 

Se você apresenta sintomas de tontura, o médico otoneurologista deve ser consultado.

Agende sua consulta!

 

28468176_1239310769538359_2198133399867852981_n.jpg

DOUTOR CÉSAR BERTOLDO

Médico Otorrinolaringologista e

especialista em Otoneurologia

Pós graduando FMUSP-SP